Amar e ser amado… é tudo de bom!

No dia 17 de agosto em que comemoramos a existência do mais nobre e perfeito dos sentimentos, o amor, vamos mergulhar, respirar e expirar esse sentimento fazendo vibrar e espalhar essa linda energia como uma doce brisa que traz tão boas emoções e sensações. Um sentimento capaz de curar, acalentar, perdoar, acolher, revigorar, unir, restaurar, encher de alegria, de vida, de sorrisos, de flores e amores o universo interior e exterior de todos nós.

A palavra amor vem do latim e abrange muito significados como por exemplo, compaixão, afeição, entrega absoluta, misericórdia, perdão, querer bem, satisfação em estar junto. O principal conceito sobre o amor é que quem ama, ama de verdade, no mais puro significado da palavra amar, jamais invade o espaço do outro mas sim, respeita, estende a mão, compartilha, liberta, acaricia, acolhe, ouve, fala, orienta, deseja o melhor, investe, entusiasma, apóia, é solidário. Sente o mais profundo significado de “estarem juntos na riqueza e na pobreza, na saúde e na doença, nos sonhos construídos e nas decepções sofridas”… votos de uma vida amorosa, que podem ser trocados com uma alma companheira, um amigo, o planeta, e também, como você mesmo!

O amor pode ser caracterizado de várias formas como, por exemplo, o amor platônico, amor físico, amor a Deus, amor materno, amor amigo, amor à vida, amor aos animais, amor a um projeto e a um sonho, o amor próprio, o amor que motiva a amar, quer bem ou agir em prol de uma causa ou de uma pessoa.

Nos relacionamentos o amor é a base para uma verdadeira e duradoura felicidade. A sexualidade e a paixão têm uma enorme importância sim. Tudo começa pela paixão mas se ela rapidamente não se transformar em amor, a relação acaba. É o amor que traz o carinho, as palavras e gestos afetuosos, a parceria, o compartilhar de sonhos e desejos, companheirismo, entrega, regar a felicidade do outro sem deixar de cultivar o seu próprio “Jardim da Felicidade”. Paixão é uma delícia que todos devem experimentar no mínimo uma vez na vida… mas também é perigosa. “O amor é sábio… a paixão é insana! O amor liberta… a paixão aprisiona. O amor é generoso… a paixão altamente egoísta. A paixão é fugaz… o amor pode durar para sempre…”, pois dificilmente você se arrependerá de algo que fez por amor… mas em meu consultório, nos atendimentos individuais que realizo, nas minhas palestras e na minha própria vida pessoal já vi muitas e muitas pessoas se arrependerem de algo que fizeram por paixão. O impulso passional é altamente intenso e muitas vezes acaba se tornando destruidor… destruidor de lares, de amor próprio, de racionalidade, de equilíbrio emocional, trazendo ciúmes, baixa auto-estima, desrespeito ao espaço do outro e ao seu próprio espaço.

Então nesse dia do amor, o que desejo é que o amor pelo outro, pela vida, pelo planeta, por tudo de tão lindo que te cerca e por você mesmo cresça, muito mais do que apareça. E que traga para sua vida, novas cores, novas flores, novos sabores e muitos, muitos intensos amores.

Seja feliz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *